Comprar no Paraguai

Olá! Hoje vou tratar do assunto compras no Paraguai, mais especificamente se vale a pena comprar no Paraguai ou não.

Vamos fazer uma avaliação dos prós e contras de se comprar mercadorias no Paraguai, ao final espero que vocês consigam tomar sua decisão de compra .

O que temos a dizer sobre compras no Paraguai

comprar no Paraguai
Shopping Paris 

Primeiro precisamos definir  de qual cidade paraguaia estamos falando.

Hoje quando falamos em compras no Paraguai, a primeira cidade que vem a mente é Cidade do Leste, mas as compras no Paraguai não se limitam a Cidade do leste , temos também Salto Del Guairá e Pedro Juan Caballero.

Vamos tratar hoje das compras em Cidade do Leste, afinal de contas , este é o principal destino de quem compra no Paraguai.

O que é preciso levar em conta

  • Hospedagem
  • Custo de transporte para o Paraguai e também de chegada a Foz do Iguaçu
  • Cotação Dólar
  • Risco de perda das mercadorias
  • Época do ano
  • Tipo de transporte usado
  • Mercadorias proibidas

Eu recentemente fiz uma viagem para Foz do Iguaçu, com objetivo de me atualizar sobre como comprar no Paraguai, vi algumas mudanças interessantes, e percebi que Cidade do Leste melhorou consideravelmente nos últimos anos.

Hospedagem em Foz do Iguaçu

comprar no Paraguai

Hospedagem é um assunto que divide opiniões , enquanto alguns querem apenas dormir e nada além, outros querem hotéis bem equipados e com mais recursos.

Eu confesso que estou no segundo grupo, em relação a hotéis, os preços variam muito, fiquei no primeiro dia em um hotel de 150 reais a diária, pois cheguei 1 da manhã e não queria gastar dinheiro com um hotel por algumas horas apenas , no segundo dia fui para um hotel melhor no qual a diária era de 350 reais .

Aqui cabe um adendo, não estou falando que vocês precisem ficar em hotéis caros ou baratos, cada um sabe de suas finanças.

Se seu objetivo é fazer dinheiro comprando no Paraguai , é muito mais lógico ficar em um hotel de 100 ou 150 reais por diária.

Meu objetivo era mais turístico, e logicamente de escrever este artigo para o site, não estava indo lá fazer dinheiro com compras, e sim ver como estava o processo de compras no Paraguai.

Hotel barato que sai caro

Em relação a hospedagem é preciso tomar cuidado com o barato que sai caro.

Logicamente a maioria das pessoas que compram no Paraguai, fazem compras durante vários dias, e vão acumulando  mercadorias no quarto do hotel.

É preciso estar em um hotel seguro, para não ter prejuízos com possíveis furtos de mercadorias no quarto.

Custos de transporte 

Tanto o custo de hospedagem quanto o custo de transporte , devem ser contabilizados, para que se tenha o real custo das mercadorias.

É preciso saber os custos com passagens de avião ou ônibus, e se vai com seu carro, é preciso saber  quanto vai gastar de combustível, e com desgaste do carro.

Eu como queria comprar uma TV, e algumas mercadorias maiores, resolvi ir de carro saindo de BH-MG.

1600 KM dirigindo por cerca de 20 horas, um gasto de ida e volta  de cerca de 1126 Reais de gasolina, 28 pedágios na ida e o mesmo número na volta, e mais a alimentação no trajeto.

O custo muito variável da viagem de avião

Ir de avião pode parecer mais lógico, mas existem outros aspectos que vamos tratar ao longo deste artigo, estes pontos vão esclarecer os motivos pelos quais escolhi ir de carro.

Uma passagem de avião varia muito de preço em função de antecedência e distância de Foz .

É importante entender que o aeroporto de Foz é equivalente em controle de mercadorias, a você chegando de um voo internacional, mesmo tento saída nacional.

Em relação ao transporte de ônibus temos o custo variando em função da distância de Foz, neste caso cada um precisa fazer suas contas, e ver se vale ou não a pena, tanto em questão de custo quanto de tempo.

Qual a melhor forma de chegar em Foz?

Esta é uma questão que pode ter várias respostas, dependendo de onde a pessoa mora, condições financeiras e dos tipos de produtos que ela pretende comprar.

Se você mora em Belém, ir em seu carro próprio seria desgastante ao extremo, e os custos com combustível tornariam a viagem inviável na maioria dos casos.

Quando a distância é tão grande você teria que comprar muito para compensar esses gastos, e aumentaria seu risco de perder as mercadorias no trajeto.

Ir de avião de cidades tão distantes pode parecer a opção mais lógica, mas existe o problema do aeroporto de Foz ser rigoroso em relação a mercadorias transportadas, se você estiver carregando muitas mercadorias pode ter problema.

Além do fato da fiscalização, temos os limites de bagagens que as empresas aéreas transportam de forma gratuita.

lembre-se que o limite para a maioria das pessoas é de uma mala de mão de 10Kg , se tiver que despachar malas vai ter o custo extra destas bagagens.

Ir de ônibus pode ser tão desgastante quanto ir de carro, para muitas cidades será necessário trocar de ônibus por não existirem rotas diretas.

Falando de forma prática, ir para Foz com objetivo de compras, pode ser pouco prático para quem mora na região norte e nordeste.

Como ir de Foz do Iguaçu para o Paraguai

comprar no Paraguai

Existem basicamente 4 formas de ir :

  • Atravessando a ponte a pé
  • De van 
  • De carro 
  • De taxi

1-Quando se passa a pé se tem vantagens e desvantagens, a vantagem é não ter o custo da van, que fica na casa dos 60 reais por pessoa, a desvantagem é que você não vai conseguir transportar muita coisa a pé, além de se desgastar fisicamente, existem também relatos de furtos na ponte.

2-De van você vai gastar cerca de 60 Reais por pessoa, e terá mais facilidade no transporte das compras, para quem pretende ir vários dias no Paraguai  o custo do transporte pode pesar neste caso.

3-De carro, andar de carro no Paraguai é algo complicado, pense no pior engarrafamento de sua vida e agora multiplique por 3, junto a isso some o fato das ruas serem estreitas, com um monte de gente não usando o passeio e sim a rua para andar, o trânsito no Paraguai é isso.

Se for de carro procure deixar seu carro estacionado ou no shopping Paris ou no Shopping Del Leste, não deixe o carro na Rua.

Evite manobras que tenham risco de causar batidas, no Paraguai os brasileiros sempre perdem a razão em disputas de trânsito, isso me foi relatado por diversos motoristas de van e taxistas que trabalham em Foz, se você bater em carro paraguaio dentro do Paraguai, mesmo estando certo, vai ter que pagar o conserto dos dois .

Um dia tranquilo para ir ao Paraguai de carro é o domingo, no domingo só as lojas de Shopping funcionam, e ai o transito fica muito amigável, quando vou no domingo em Cidade do Leste não levo mais de 5 minutos entrando ou saindo, o transito vira outra coisa.

O problema der ir ao Paraguai no domingo, é apenas o detalhe da maior parte das lojas não funcionar, mas o Shopping china estará aberto para os amantes das compras.

Então se quer ir em Cidade do leste em seu carro próprio faça isso no domingo, em dias de semana o transito é uma loucura.

Uma outra tática para ir de carro durante a semana, pode ser deixar para sair do Paraguai já depois de 20 horas, neste horário o transito também já está bem mais tranquilo.

Ir de taxi pode ser também uma opção para grupos com mais de 2 pessoas, os taxistas cobram cerca de 120 reais para levar e trazer você. Você combina os horários tanto para te levar quanto para te trazer de volta.

Eu não usei taxi, pois no meu caso a van era mais vantajosa pelo número de pessoas.

Qual agência de transporte eu usei.

Eu utilizei a Loumar Turismo, me cobraram 60 Reais para me levar e trazer do Paraguai por cada dia que fui lá, o serviço funcionou muito bem, e tudo que foi falado foi cumprido.

Foram pontuais tanto na hora de levar, quanto na hora de buscar,  as vans eram confortáveis, e os motoristas bem prestativos, achei nota 10 o serviço deles.

Para quem fica mais de 3 dias indo no Paraguai, eles tem um plano que custava 180 Reais e que na prática te possibilitava transporte para vários destinos durante 7 dias, ou seja, se vai ir mais de 3 vezes de van no Paraguai esse plano é mais vantajoso. 

Quais os produtos vantajosos no Paraguai?

Existem vários produtos interessantes no Paraguai abaixo destaco alguns:

  • Bebidas, a diferença do preço das bebidas no Paraguai para o Brasil é gritante, os preços chegam a ser de 1/3 do cobrado no Brasil, mas cuidado ao comprar bebidas, evite lojas não muito conhecidas, pois o risco da falsificação é considerável, eu comprei bebidas no shopping China que é mais caro que as lojas desconhecidas ,mas a originalidade é garantida.
  • Eletrônicos no geral, o preço de eletrônicos no Paraguai não é tão baixo quanto nos EUA, mas é muito mais baixo  que no Brasil, para vocês terem uma ideia eu comprei uma TV 32 smart por 165 Dólares, sem ser smart é possível encontrar por preços ainda menores.
  • Eletrodomésticos, é possível encontrar eletrodomésticos por bons preços , aparelhos de ar condicionado split podem ter uma boa diferença de preço em relação aos vendidos no Brasil.
  • Roupas de marca , em relação a roupas de marca eu diria que não são itens tão vantajosos no Paraguai,  é preciso garimpar muito as lojas para conseguir roupas com preços que valem realmente a pena, não que elas sejam caras, mas não são aquela compra vantajosa que grita aos olhos .

Quais produtos são isentos de impostos

Você poderá trazer alguns produtos que não entram na cota dos 300 Dólares, alguns exemplos :

  • Até 12 litros de bebidas alcoólicas, lembre-se 12 litros e não 12 garrafas, muitas bebidas são vendidas em garrafas de menos de 1 litro, e neste caso você pode trazer mais de 12 garrafas sem pagar imposto.
  • 25 unidades de charutos ou cigarrilhas.
  • 250 gramas de fumo.
  • 1 máquina fotográfica usada
  • Roupas em quantidade compatível com a viagem

RTU-Lei dos sacoleiros

O RTU, conhecido popularmente como  de Lei dos Sacoleiros, foi aprovado em janeiro de 2009, o objetivo do RTU era o de facilitar a importação de mercadorias vindas do Paraguai por via terrestre.

O texto do RTU pode ser visto em:

 http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2009/Lei/L11898.htm

Todos sabemos que milhares de sacoleiros tentam passar com mercadorias com objetivo de revenda no Brasil mensalmente.

Este tipo de prática se baseia na sorte de não ser pego nas fiscalizações, muitos que são pegos perdem vultuosas quantias em mercadorias .

O RTU pode resolver parte deste problema, pois você paga os impostos e legaliza suas mercadorias, não correndo mais risco de perder tudo numa barreia na estrada.

Esta é uma forma de você que é sacoleiro poder comprar e revender suas mercadorias de forma legalizada, você usando este sistema poderá passar tranquilo pelas barreiras sem ter medo de nada, pois tudo estará dentro da lei.

Infelizmente nem tudo pode ser importado usando o regime, e você deve estar atento a este detalhe.

A lei estabelece uma alíquota única de importação de 25%, mais 7% de ICMS – contra até 80% fora do regime.

Existem limites para  compras que ficam limitadas a R$110 mil por ano para a microempresa, divididas em cotas trimestrais de R$ 18.000,00 para o 1º e o 2º trimestres e R$ 37.000,00 para o 3º e o 4º trimestres.

Na minha opinião usar o RTU é extremamente vantajoso para o sacoleiro, este passa a ter tranquilidade, não precisa mais trabalhar como um rato se escondendo do gato, se você é sacoleiro avalie essa opção.

É verdade que você terá que pagar os impostos, mas não terá mais que se esconder, e ficar torcendo para não ser parado nas barreiras. 

Quando pesquisamos os dados referentes ao uso o RTU, percebemos que ainda é pouquíssimo usado, não passando de 30 por mês, talvez por desconhecimento ou por acharem que o processo é muito complicado. 

Pontos importantes sobre ao RTU

  • É preciso comprar nos logistas cadastrados no sistema.
  • O regime não poderá será aplicado a (lista negativa): mercadorias que não sejam destinadas a consumidor final; armas e munições, fogos de artifício e explosivos; bebidas (inclusive alcoólicas); cigarros; veículos automotores em geral e embarcações de todo tipo (inclusive suas partes e peças, como pneus); medicamentos; bens usados; e bens com importação suspensa ou proibida no Brasil.
  • Os tributos federais devidos na importação efetuada ao amparo do RTU são pagos no momento do registro da declaração de importação, à alíquota de 25%, sendo: 7,88 % a título de imposto de importação; 7,87 % a título de imposto sobre produtos industrializados (IPI); 7,6 % a título de COFINS-importação; e 1,65 % a título de PIS/PASEP-importação.
  • A alíquota será aplicada sobre o preço de aquisição das mercadorias, à vista da fatura comercial, observados os valores de referência mínimos a serem estabelecidos pela RFB.

Outras informações importantes sobre o RTU

Abaixo colocarei alguns links importantes para que vocês tomem conhecimento sobre o assunto, não pretendo fazer aqui um guia sobre o RTU , isso exigiria vários artigos para esclarecer todo o assunto, recomendo que busquem a informação, e se habilitem para o RTU.

Links complementares

http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/aduaneira/manuais/rtu-regime-de-tributacao-unificada
http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/aduaneira/manuais/habilitacao/Pessoa-Juridica/Submodalidade-Limitada-e-Ilimitada
http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/aduaneira/manuais/habilitacao/Pessoa-Juridica/Instrucoes-para-Preenchimento

O que pode dar problema?

Gostaria de esclarecer que nesta parte do artigo não estamos mais nos referindo a RTU, nem a importação legalizada , e sim a importação como pessoa física.

Existem muitas mercadorias que podem dar problema, mas eu vou destacar duas que são campeãs.

São os pneus para carros, e os decodificadores de TV a cabo os IP TVs.

Compra de pneus no Paraguai

comprar pneus no Paraguai

Comprar pneus no Paraguai é algo tentador, os pneus de meu carro custam no Brasil cerca de 500 Reais, encontrei pneus equivalentes variando de 130 Reais até 210 Reais, isso em função da marca.

Algo realmente tentador, e esse preço já incluía montagem e alinhamento, mas qual o problema?

Caso tenham curiosidade em relação aos preços, vocês podem conferir o nível dos preços no site  www.sunset.com.py.

O problema de comprar pneus, e não fazer o processo de legalização, é que você pode ficar sem os pneus ao passar pela fiscalização na saída de Foz.

Mesmo as lojas paraguaias tentando dar uma cara de pneu usado ao pneu novo, o risco existe.

Elas fazem isso sujando os pneus, o auditor pode deduzir que aquele é um pneu novo mesmo estando sujo.

Os auditores podem deduzir que aquele é um pneu novo pela marca, as marcas são chinesas dando um forte indicio da compra no Paraguai.

Esse tipo de compra se não for feita da forma correta pode gerar sérios aborrecimentos. 

Imagina ficar sem os pneus de seu carro no meio da estrada?

Sim, a PRF ou a Receita podem te obrigar a retirar os pneus no meio da estrada, no meio do nada!

Imagine a situação de você tendo que pagar um borracheiro para retirar os pneus comprados no Paraguai no meio da estrada.

Eu por curiosidade e para informar melhor meus leitores conversei com vários revendedores, e eles falaram que o ponto crítico é na ponte, e que os casos de carros ficando sem os pneus nas barreias posteriores eram mais raros.

Minha recomendação é que caso comprem os pneus no Paraguai , parem na aduana na ponte para fazer o processo de declaração da mercadoria, assistam o vídeo da auditora da Receita Giovana Longo comentando sobre importação de pneus de forma legal.

Comprar IP TV no Paraguai

comprar no Paraguai

Em toda loja de eletrônicos no Paraguai, na qual  você entrar, você vai ver dezenas de aparelhos para piratear TV a cabo, eles são baratos, e são outra tentação para quem vai ao Paraguai em compras.

Eu vi aparelhos partindo da casa dos 50 Dólares até os mais top na casa dos 150 Dólares, estou falando dos IP TV.

Este deve ser um dos produtos que os sacoleiros mais compram, logicamente a demanda para esse tipo de artigo é enorme, e os sacoleiros sabem disso.

Com certeza é o único produto em que você tem certeza de que vai vender 100% daquilo que comprar de forma rápida.

Qual o problema de se comprar os IP TVs no Paraguai?

O problema é que se você parar em alguma barreira, e forem verificar suas mercadorias, você pode ter seus IP TVs confiscados.

Alguns podem falar que já passaram com esse tipo de mercadoria sem qualquer tipo de problema, é verdade, posso dizer que pessoas diferentes agem de forma diferente, e isso se aplica aos agentes também.

Muitos vão falar que não é crime capturar o sinal e outras coisas do tipo, eu não estou aqui para interpretar leis estou para falar aquilo que já vi acontecer.

O fato concreto é que podem apreender seus decodificadores, e meu papel como editor de um site sobre compras no exterior, é o de alertar para o risco, mesmo sendo o risco baixo.

Qual moeda usar?

comprar no Paraguai

Eu comprei em dólar e em Real, mas todas lojas aceitam todas as moedas da região além do Dólar, os preços das mercadorias geralmente são mostrados em Dólar, difícil ver algo cotado em Guarani a moeda local paraguaia.

Ou seja, você pode ir comprar com seus Reais mesmo, não recomendo que usem cartão de crédito, nem que saquem dinheiro no Paraguai , o motivo são as taxas que você vai pagar, melhor trazer dinheiro vivo do Brasil para suas compras.

O Paraguai é seguro?

Sim, é seguro comprar no Paraguai, e não é comum ouvir relatos de assaltos aos  turista em Cidade do Leste.

A impressão que nos passa é a de que o lugar é muito seguro para compras .

Conversando com taxistas paraguaios me falaram que a polícia paraguaia não quer que os turistas tenham medo de ir ao Paraguai, e por causa disso são rígidos com o tratamento de crimes contra turistas.

Mas para ter segurança não vá dar sorte para o azar , use somente o transporte oficial tanto no Brasil quanto no Paraguai, ir de transportes alternativos pode representar uma brecha na sua segurança, então não opte por transporte não oficial, que é bem comum próximo da ponte

Como agir nas lojas

  • Verifique se o produto que foi adquirido é  o produto que você está levando.
  • Desconfie de preços baixos,  eles podem indicar  produtos recondicionados ou até mesmo falsificados.
  • Na compra de produtos eletrônicos, solicite que o aparelho seja testado na sua presença, evite descobrir defeitos quando estiver em sua casa. Eletrônicos sem garantia são, provavelmente, recondicionados.
  • Exija sempre a nota fiscal com o nome da loja impresso. Ela é a sua prova de que comprou a mercadoria naquela empresa.
  • Paraguaios pagam 10% de IVA e brasileiros não, é interessante avisar que você é brasileiro para que não cobrem o IVA por engano, esse erro não é comum ,mas é bom estar atento.

Vendedores de rua ou lojas

comprar no Paraguai

Imagine o comércio de rua no Brasil, no Paraguai o processo é semelhante.

Enquanto nas lojas você terá mais qualidade nos produtos, nos vendedores de rua você terá mais espaço para pechinchar.

A regra é pechinchar, se o produto custa 25 ele pode sair por 15 , tenha isso em mente.

Existem produtos que não dá pra comprar nos vendedores de rua.

Este é o caso de roupas de marca, mas muita coisa que não tem marca dá pra comprar nos vendedores de rua.

Então é escolher qual ponto é mais importante para você, e ir as compras, lembre-se sempre de testar os produtos na loja ou no vendedor. 

Localização das principais lojas

 As lojas mais populares estão bem próximas da ponte, bem próximas da avenida principal, dá para fazer todo o trajeto a pé sem maiores dificuldades.

Apesar de ser tudo muito próximo, pessoas cadeirantes ou idosas podem sofrer em Cidade do Leste, a infraestrutura não é adaptada para pessoas com dificuldades de locomoção.

Curiosidades do Paraguai

As lojas de rua e os vendedores ambulantes param cedo suas atividades, depois de 17 horas do horário de Brasília, é difícil ver algum vendedor de rua trabalhando.

Depois deste horário compras somente em grandes lojas e nos Shoppings.

A gasolina no Paraguai e cerca de 1 real mais barata que a vendida em Foz, mas é preciso lembrar que alguns carros podem não funcionar bem com gasolina vendida no Paraguai.

A gasolina paraguaia não tem mistura de álcool, o que  pode atrapalhar o funcionamento de alguns carros brasileiros, regulados para gasolina com álcool.

Se for abastecer no Paraguai tenha este risco em mente.

Cidade do Leste responde por 10% do PIB do Paraguai.

Itaipu que é uma usina bi-nacional já produziu energia suficiente para alimentar o mundo inteiro por 41 dias, Itaipu é realmente impressionante.

Comer no Paraguai, custa quase o mesmo que no Brasil em um self service.

Comi em um self service no Shopping Del Leste no qual o PF custava 17 Reais, e o Buffet livre custava 27 Reais (isso se minha memória não estiver ruim).

No Shopping Paris também comi em um self service que custava cerca de 50 Reais o Kg, ou seja nada muito diferente do Brasil.

Na loja Monalisa se não me falha a memória o restaurante é A La Carte, ou seja mais caro na média. 

Minha recomendação é a de que vocês tentem se alimentar no Shopping Paris, a praça de alimentação deles é a melhor entre os Shoppings do Paraguai, e a que tem mais opções.

O Shopping Paris é também o mais bem estruturado, possui um bom estacionamento para quem vai de carro.  

Idiomas

No Paraguai idioma não é problema, a grande maioria dos vendedores fala português fluentemente, então não se preocupem com isso.

Os vendedores de rua podem ter um pouco mais de dificuldade em entender português, mas no final tudo se resolve, e é possível fazer compras sem qualquer dificuldade.

Operação Muralha

Não há como sair de Foz sem passar por barreiras da Receita e Polícia Rodoviária Federal.

Falo isso, pois é importante que vocês saibam que aquilo ali não é uma festa.

Não vá imaginar que vai pegar uma caminhonete lotar de mercadorias, e depois retornar para sua cidade, com uma caçamba lotada de produtos, sem que ninguém te incomode.

Se fizer isso vai ter que passar pela barreira da Operação Muralha, e depois ainda tem um Galpão da Receita para onde a estrada é desviada nesta época do ano.

Você terá que passar obrigatoriamente dentro deste galpão que fica ao lado da estrada, e lá poderá novamente ser fiscalizado, a coisa é tensa.

Eu quando passei na operação Muralha percebi que eles estavam parando quase todos os carros, isso na hora que passei.

Eles pediam para as pessoas mostrarem aquilo que estavam trazendo, eu fui um dos poucos carros que não foi parado, também estava levando pouca coisa.  

Então o que quero dizer aqui é que o processo não termina na ponte, ele continua no aeroporto e na estrada, então cuidado nos exageros nas compras.

Pelo que conversei com comerciantes da região, essas operações sempre são intensificadas no final do ano.

Então vale apena comprar no Paraguai?

Eu diria que comprar no Paraguai vai além das compras, logicamente existem muitas pessoas que vão para Foz apenas para comprar, mas eu fui também para turismo, e isso acaba tendo outra conotação.

Para valer a pena comprar no Paraguai para revender, é preciso comprar muitas mercadorias, pois é preciso compensar os os custos da viagem, que podem ser elevados.

Eu só de combustível e hospedagem gastei mais de 2 mil Reais, então se tivesse ido lá apenas para comprar, teria que considerar esses custos no meu custo final.

O que tenho a dizer é que o custo da etiqueta é claro para todo mundo, mas o custo efetivo das mercadorias não.

Se você vai comprar para revender, é preciso distribuir os custos de sua viagem no custo de aquisição do produto, só assim você poderá ter o custo real de aquisição de suas mercadorias.

Se você não tem esse cuidado, poderá ter a falsa impressão, de que algo que teve um custo enorme de aquisição, foi barato. 

Então cada um tem que fazer suas próprias contas, e avaliar se é vantajoso ou não em seu caso particular.

Quando se coloca tudo na ponta do lápis, aquilo que antes parecia ser a compra do século, passar a ser uma boa compra, e não mais a compra do século.

O que eu procurei comprar no Paraguai?

Eu busquei itens que eu desejava, e que não poderia comprar utilizando redirecionadores de encomendas americanos.

Itens como bebidas , eletrônicos grandes como TVs , eletrodomésticos pesados, e itens que não valeriam apena comprar nos EUA por causa do frete.

Eu usei o Paraguai como uma forma suplementar de cobrir minhas necessidades de compras de mercadorias importadas, aquilo que eu nunca conseguiria comprar nos EUA,  eu compraria no Paraguai.

Em resumo, eu comprei aquilo que não tinha como comprar de forma viável nos EUA, eu ainda pretendo retornar lá no Paraguai e comprar aparelhos de ar condicionado Split, que também achei vantajosos.

Em suma , estou em busca dos eletrodomésticos grandes e pesados, estes são os itens que fui lá buscar.

E para esse tipo de compra o ideal é o carro próprio, por causa disso não fui de avião.

Links complementares

https://compranoexterior.com.br/compras-no-paraguai